Palavra que alimenta

11/06/2021

"Ele, porém, respondendo, disse: Está escrito: Nem só de pão viverá o homem, mas de toda a palavra que sai da boca de Deus". Mateus 4:4

Eram tempos nebulosos aqueles. Cristo estava em meio ao deserto, vivendo a tentação do inimigo que lhe buscava inferir em pecado. Ao ser instigado a quebrar seu jejum, o Mestre busca referências em outro período desértico, no antigo testamento, onde havia sustentado ao seu povo com o Maná providencial. Naquele momento, ironicamente o que Lhe assolava era a mesma oferta que Eva recebera no Éden, qual seja a de pecar por razão daquilo que se come. Todavia, Jesus dá ao tentador uma resposta substanciosa, que nos ensina até aos dias de hoje. Ele cita as escrituras, como fonte de uma alimentação que supera a fome carnal. Sugere que a Palavra é suficiente de maneira que nenhum alimento poderia fazê-lo.

Tive a oportunidade de servir como missionário durante os anos de 2019 e 2020, em uma tribo que vive isolada na ilha de Papua Nova Guiné. Lá, vive o povo Gogodala que até não muito tempo atrás era canibal. Os hábitos alimentares deste povo não se davam por mero prazer, mas por uma razão simples que os acompanha até os dias de hoje: a fome. Terra árida, dificuldade de logística e isolamento fizeram com que eu e minha esposa provássemos do mesmo sofrimento. Perdemos muito peso em nossa estadia entre os gogodalas. Todavia, foi neste contexto que tivemos as maiores oportunidades de aproximação ao Divino, através de sua Palavra. A busca intencional e faminta ao Pai nos fez superar todas as dificuldades físicas que nos afligiam. O mesmo aconteceu com os nativos: com a chegada da palavra que os alimentava, suas necessidades físicas foram supridas.

Ao citar a "Palavra que sai da boca de Deus", Cristo falava de obediência e intencionalidade. A revelação especial, que nos é dada na Bíblia, é de fato a fala de uma Divindade que nos busca incessantemente. Em Sua misericórdia infinita, Ele nos alcança por sua Palavra acessível e mantenedora. Inegavelmente, vivemos tempos difíceis, talvez desérticos. Somos tentados descrer na voz de Deus e seguir nossas próprias paixões. Devemos ter em mente que precisamos buscar alimento na Palavra de Deus, diariamente, de forma humilde e confiante. Deus nutriu seu povo em todos os desertos e deseja fazer o mesmo com você hoje. Ele está disposto a saciar sua fome espiritual, a qual lhe trará tudo mais que você necessita. Busque-o já. Era isso. Ide.

Autor: Charles Cabral

Esta mensagem abençoou o seu dia? Você sentiu Deus falar ao seu coração? Certamente, muitas outras revelações a Bíblia lhe dará! Você aceita esse presente? Então, clique agora no botão abaixo: