Mente vazia, brecha para o pecado

03/05/2021

O relato bíblico no qual, hoje, vamos refletir nos remete para uma situação que, ao longo de nossa vida, estamos propensos a enfrentar. E a grande lição que devemos guardar em nosso coração é a de que ser amado por Deus não nos protege de pagar pela consequência de atos ou escolhas.

O rei Davi aprendeu isto de uma forma muito dolorosa em dois momentos bem distintos de sua vida.

1 Samuel 17:57: "Voltando Davi de haver ferido o filisteu, Abner o tomou e levou à presença de Saul, trazendo ele na mão a cabeça do filisteu."

2 Samuel 11:3-5: "Davi mandou perguntar quem era. Disseram-lhe: É Bate-Seba, filha de Eliã e mulher de Urias, o heteu. Então enviou Davi mensageiros que a trouxessem; ela veio e ele se deitou com ela."

A consequência da segunda experiência de Davi todas nós já sabemos de cor.

O pecado é colocado diariamente pelo inimigo em nossa vida, e somos testados sempre em optar pelo bem ou pelo mal, pela vida ou pela morte. E dessa forma cada um de nós vai optando sobre as suas escolhas.

A passagem bíblica relatada sobre a queda e escolha pelo adultério é para nós que achamos que somos fortes e que nunca vamos cair. Jamais podemos acariciar o pecado, principalmente, porque não somos fortes em nenhuma questão, especialmente nas amorosas.

Diferente de Davi, José correu e não caiu em pecado.

A lição que Davi nos deixa é a de que não devemos cometer o mesmo erro que ele.

Em Gênesis 4:7, o relato de Deus a Caim é: "O pecado ameaça à porta, ele deseja conquista-lo, mas você deve domina-lo."

Davi num dia matou um gigante, noutro dia dormiu com a vizinha e cometeu um assassinato.

Em cada um de nós há potencial para o amor heróico e também para o pecado.

Ore para que Deus não te deixe tropeçar.

Autor: Sander Muletaler

Esta mensagem abençoou o seu dia? Você sentiu Deus falar ao seu coração? Certamente, muitas outras revelações a Bíblia lhe dará! Você aceita esse presente? Então, clique agora no botão abaixo: