Luto Temporário

31/01/2021

O Monte Moriá foi o cenário que Deus escolheu para provar a fé do patriarca Abraão. Durante o período de três dias, levava Isaque, o filho da promessa, ao seu lado para sacrificá-lo, atendendo ao pedido do Senhor.

O coração despedaçado de um dos pais mais amorosos que este mundo já viu não hesitou em cumprir a ordem do Deus a quem ele servia. (Gênesis 22) Abraão não quis que a opinião de sua esposa e de seus servos interferissem em sua fidelidade ao Senhor. Por isso, não lhes fez conhecer a respeito do que faria. No entanto, se a eles fosse questionado o que pensavam a respeito, um dos argumentos mais óbvios para tentar persuadir e frear a atitude de Abraão provavelmente seria: "Não foi Deus quem abençoou à Sara para que mesmo em sua velhice desse a luz a um filho? Esse não recebeu também a benção do Senhor e a promessa de que, a partir dele, Abraão seria pai de muitas gerações? Por que, então, Deus está pedindo esse "absurdo"? Como Abraão ainda não percebeu que ao matar Isaque estará anulando a promessa feita pelo próprio Criador?"Mas aí entra a cartada final: Abraão viu, através de sua intimidade com Deus, o que vista alguma poderia alcançar. Reservo este espaço do texto para que as palavras da irmã White possam esclarecer mais a esse respeito: "Abraão repetiu a Isaque a promessa que Deus havia feito várias vezes, que, por meio dele, o tornaria pai de uma grande nação, e que mesmo executando a ordem divina de matá-lo, Deus cumpriria Sua promessa, pois era capaz de ressuscitá-lo dos mortos" (História da Redenção, pág. 60).

Sabe o que isso diz a mim e a você? Que a morte JAMAIS terá poder algum para IMPEDIR o cumprimento de qualquer promessa que Deus tenha feito a Seus amados filhos. Se você, assim como eu, já perdeu queridos nesta Terra, saiba que este não é o fim. Existe esperança. A morte um dia morrerá. Haverá reencontro e a separação nunca será achada nos dicionários da Nova Terra! (João 5:28,29; 1 Tessalonicenses 4:16; 1 Coríntios 15:51-53).

Pela morte de Cristo, podemos receber a vida eterna, e no dia glorioso de Sua Segunda Vinda, abraçarmos a Ele e a tantos queridos que já se foram. Esta também é a sua maior esperança? Então, que tal orar hoje para que o Espírito Santo o ajude a moldar o seu coração a tal ponto de estar preparado para ver Jesus nos Céus e encontrar-se com os seus amados?

Esta mensagem abençoou o seu dia? Você sentiu Deus falar ao seu coração? Certamente, muitas outras revelações a Bíblia lhe dará! Você aceita esse presente? Então, clique agora no botão abaixo: