1° de Abril: Dia da Verdade

01/04/2021

Pois é! Mais um ano passou e você novamente acordou em um primeiro de abril. Dia este adotado pelo mundo como um período de escape para "trollar" e mentir à vontade. Se nos outros dias do ano a "mentira tem perna curta", hoje elas crescem tanto quanto podem e correm em disparada, porque as 24h se tornam curtas para disseminar as tais Fake News. O "dia dos bobos", como é chamado, é mais uma das tragédias da humanidade. Nesta quinta-feira da semana santa, enquanto celebramos a paixão de Cristo por nós, jornais, revistas e empresas de grandes nomes do mercado também entram na tal "brincadeira". Triste realidade!

Sobre o assunto, já escutei frases como: "ah, mas não dá para ser correto o tempo todo, né? Tem que haver uma brecha, senão a gente entra em parafuso...". E posso afirmar que de, brecha em brecha, isto é, mentira em mentira, o ódio se espalha junto. Se dizer não para a zombaria é uma caretice deste século, por favor, me coloque na sala dos quadrados.

O nono mandamento ordena não dizer falso testemunho. Então, se o raciocínio for o de dar margem a uma fagulha de mentira, seria lícito dizer que podemos abrir outro pequeno rasgo na Lei para adulterar só um pouquinho? Ou tirar um dia para apagar o nome dos pais na lista de prioridades? Ou pior: dizer para Deus tirar um dia de férias, porque hoje vamos extravasar? Que pensamento é este? Inspiração divina, certamente não é!

Graves consequências surgem a partir de pequenas aberturas e as janelas da alma de todo cristão estão abertas para a Palavra de Deus, que é a mais absoluta verdade. No coração do verdadeiro adorador está a firme decisão: Abraçar o Pai da verdade todos os dias do ano e não abrir mão disto um dia sequer. O pai da mentira, apresentado em João 8:44, não merece nenhum minuto de relevância muito menos de celebração. Lembrando que ficarão de fora dos portais celestes todos os que cometem e amam a mentira (Apocalipse 22:15).

Há uma frase de um autor desconhecido que diz: "o errado continua sendo errado ainda que todos estejam fazendo." Há coerência aqui e todos têm a mesma oportunidade de escolher viver segundo a popularidade ou de acordo com a divindade. Como o refrão de um hino jovem diz: "Eu já fiz minha escolha, sou de Jesus." E você?

Autor: Lucas Scherer

Esta mensagem abençoou o seu dia? Você sentiu Deus falar ao seu coração? Certamente, muitas outras revelações a Bíblia lhe dará! Você aceita esse presente? Então, clique agora no botão abaixo: