A crise te aproxima de Deus?

10/04/2021

Gosto de meditar em um texto da autora norte-americana Ellen White, que diz: "O Senhor permitiu que o suprimento de alimentos [do povo de Israel] ficasse escasso e que as dificuldades os rodeassem, para que seu coração se voltasse Àquele que até ali os havia ajudado, e nEle acreditassem. Estava pronto para ser um auxílio presente para eles. Se em sua necessidade O invocassem, Ele lhes manifestaria sinais de Seu amor e contínuo cuidado" (História da Redenção, pág. 90).

Perceba que ao longo de gerações o povo de Deus foi se misturando com povos pagãos, rejeitou o Senhor como Seu Líder Supremo e acabou sofrendo nas mãos de líderes terrenos. Todavia, o dia da libertação chegou, presenciaram milagres, receberam alimento, calor que os aquecia e uma nuvem que descia e levantava sobre eles indicando-lhes quando seguir ou parar certa viagem.

Porém, quando algo lhes faltava, as mesmas bocas que haviam sido alimentadas, começavam a maldizer o nome do seu Mantenedor. Ao invés de busca-Lo com humildade reconhecendo sua dependência, os israelitas reclamavam, sentiam-se desonrados, e desejavam, se possível fosse, voltar ao passado e morrer na terra dos inimigos (Êxodo 16:2,3).

A crise te aproxima de Deus? Que dificuldades o Criador tem permitido que ocorram em sua vida, para que seu submisso coração se volte completamente a Ele? O que o Senhor tem lhe ensinado através da escassez de algumas coisas?

Você crê nas palavras de Hebreus 10:38: "O justo viverá pela fé"? Se você respondeu que sim, também deve entender que essa justiça é divina e não humana, e que Deus tem maneiras diversas de atuar na sua vida. O que é o grão de areia comparado a uma praia inteira? Como você poderia ousar ter a compreensão de tudo aquilo que é maior do que a sua própria imaginação? Mesmo assim, você tem a liberdade de reclamar sobre o presente tentando tapar de sua vista o grande clarão que o passado produz ao lhe apresentar todas as vezes que Deus o abençoou, protegeu e guiou. Por que, agora, de uma hora para outra, Ele o abandonaria? Acaso Deus estabeleceu um limite no trajeto para que dali você seguisse sua jornada sozinho? ÓBVIO QUE NÃO!

As maiores alegrias da vida devem desenhar em seu rosto um lindo sorriso em forma de gratidão ao Senhor, mas as lágrimas dos períodos mais tristes devem escoar tanto em sinal de abominação ao pecado que causou tudo isso quanto em confiança porque diz a Palavra que "os que choram serão consolados" (Mateus 5:4:).

Diferente de conviver e ser acompanhada por uma multidão de israelitas, a viúva de Sarepta vivia como serva fiel a Deus e uma mãe dedicada aos cuidados com o filho. Na escassez do punhado de farinha e o pouco de azeite que havia em sua botija, esta mulher honrou o nome de Deus, preferindo primeiro preparar um bolo para o profeta Elias a alimentar a si e ao seu filho. Fez isto, porque creu na promessa do Senhor e porque sua fidelidade a Ele estava acima de tudo o que ela possuía ainda que este tudo fosse tão pouco. Farinha e azeite não acabaram (1 Reis 17:16). Deus continuou suprindo as necessidades físicas e espirituais daquela família (1 Reis 17:22; João 6:35).

Imagino que aquela mulher celebrou o dia do nascimento de seu filho como nenhum outro e louvou o nome de Deus por isso. Quando a crise bateu à sua porta no episódio mencionado, os louvores de seu coração continuaram sendo entoados.

O Salmo 37:25 expressa bem o pensamento do justo que vive pela fé, porque diz o texto: "Não há um sequer que Deus tenha desamparado." 

Não sei qual é o deserto que você está enfrentando e nem o quanto de farinha tem em mãos ou se tem azeite suficiente em sua botija, mas da boca de Deus sai hoje uma palavra que tem por destino a sua casa:

"Ainda que uma mãe (em atitude contrária a da viúva de Sarepta) esqueça de seu filho, Eu jamais esquecerei de ti." "Por isso não tema, pois estou com você; não tenha medo, pois sou o seu Deus. Eu o fortalecerei e o ajudarei; Eu o segurarei com a Minha mão direita vitoriosa." Isaías 49:15; 41:10.

Autor: Lucas Scherer

Esta mensagem abençoou o seu dia? Você sentiu Deus falar ao seu coração? Certamente, muitas outras revelações a Bíblia lhe dará! Você aceita esse presente? Então, clique agora no botão abaixo: